DOMINGO: EBD às 09:00h | Culto às 17:30h | SEGUNDA: Oração das 19:00h às 20:00h | QUARTA: Estudo Bíblico das 19:30h às 20:30h
Rua Albert Scharlet, 376 - Centro - Cel. Fabriciano - MG, 35170-038 | Tel.: 31.9 9728-4312 Canal do Telegram

Devocional 54/2019

Mas toda a multidão clamou a uma, dizendo: Fora daqui com este, e solta-nos Barrabás. O qual fora lançado na prisão por causa de uma sedição feita na cidade, e de um homicídio. Lucas 23:18-19

Faça a escolha certa

Uma das mais trágicas contradições no comportamento humano é que as pessoas, constantemente, escolhem o que lhes é mais danoso. Há dois mil anos, os judeus exigiram que um assassino chamado Barrabás fosse solto no lugar do Messias. “Solta-nos Barrabás”, eles gritaram. Desde então, as pessoas têm frequentemente optado por seus próprios “Barrabás”.


Ao escolherem Barrabás, eles também optaram pelo princípio que ele representava: fazer o que gostam como pessoas “livres”, mesmo que isso seja em detrimento de outras.

Hoje temos uma escolha semelhante para fazer. Se optarmos por seguir o caminho egoísta da vida que predomina no mundo, no tempo presente, iremos colher os devidos frutos.

Não havia alternativa em Jerusalém naqueles dias? É claro que havia. Eles poderiam ter escolhido o Messias, Jesus de Nazaré. Ele não tinha vindo para fazer Sua própria vontade, mas a vontade de Deus, que O havia enviado. Enquanto a vida do próximo não significava nada para Barrabás, Jesus Cristo sacrificou Sua própria vida na cruz para a salvação dos perdidos.

Agora, é certo que não estamos insinuando que todas as pessoas simpatizam com um criminoso como Barrabás. Entretanto, o princípio que Barrabás incorpora, fazendo o que lhe agrada, pode ser aplicado, mais ou menos a todas as pessoas. Aos olhos de Deus isto é o exercício da própria vontade e, desse modo, pecado. Portanto, todos nós precisamos de Jesus Cristo como nosso Redentor. Ele está com Sua mão salvadora estendida para todos os que desejam colocar em ordem o relacionamento com Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

11 Anos como Igreja Organizada

 

AGENDA 2020